saude

31 de março – Dia da saúde e nutrição

Postado em março 31, 2015 · Postado em Qualidade de Vida e Bem Estar

Todos sabem, decor e salteado, que para manter o bem-estar é preciso uma alimentação saudável. Essa atitude é essencial e está totalmente relacionada com a qualidade de vida. Mesmo assim, muitas pessoas sofrem com problemas cardiovasculares, hipertensão, excesso de peso e outros males acarretados pela ingestão de alimentos muito calóricos e pela falta de atividades físicas. Neste 31 de março, Dia da Saúde e Nutrição, é nosso papel destacar a importância da adoção de práticas saudáveis.

A alimentação atua como “combustível” para o corpo, já que, por meio dela, obtêm-se os elementos necessários para a realização das atividades diárias. Quando a alimentação acontece de forma incorreta, com carência de nutrientes essenciais ou com exageros, o funcionamento das funções vitais do organismo pode estar prejudicado. Além disso, a má alimentação ocasiona um problema sério no Brasil: a obesidade. O nível da doença atinge 18,5% da população, segundo estudo realizado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM). Com o excesso de peso, o corpo fica suscetível ao surgimento de hipertensão, diabetes e colesterol elevado. Por isso, a alimentação contribui de forma significativa para a qualidade de vida dos indivíduos.

Com o atual estilo de vida, muitas vezes agitado durante o dia, torna-se difícil manter uma alimentação balanceada. Algumas pessoas optam por comer alimentos industrializados (ao invés dos naturais) e colocam em risco a saúde quando há excesso no consumo. Há alguns alimentos que parecem “mocinhos”, mas, na verdade, são grandes vilões da saúde. O suco de caixinha é um exemplo. Ao longo do processo de industrialização, perdem-se muitos nutrientes da fruta. Além disso, apresenta alta quantidade de açúcares e aditivos químicos. A barra de cereal, considerada um alimento saudável e prático, tem em sua composição sódio, gorduras saturadas e açúcares em excesso. Por isso, o ideal é atentar para as especificações dos rótulos. No geral, é recomendável evitar salgadinhos e frituras e abusar dos alimentos naturais, como legumes, verduras, frutas e raízes.

Se alimentar de forma saudável é a construção de um hábito, que, quando se torna um estilo de vida, é capaz de proporcionar inúmeros benefícios para o corpo. Um grande erro cometido por algumas pessoas é pular as refeições e permanecer em jejum prolongado. Se o organismo não recebe alimento por muito tempo, ele economiza a queima de calorias propiciando assim o acúmulo de gorduras o que ajuda a pessoa engordar. Isso mesmo, se a pessoa fica muito tempo sem comer, corre o risco de ganhar peso! Para isso não acontecer, ou até mesmo para emagrecer, é necessário fazer pequenas refeições e várias vezes ao dia. O ideal: de 4 a 6 refeições ao dia, com intervalos de 3 em 3 horas. Há algumas dicas simples e saudáveis que podem ajudar aqueles que têm uma vida agitada e querem uma alimentação equilibrada:

1. Beba muita água: Seja a água pura, na forma de sucos, chás ou em frutas, é fundamental para hidratar e regular as funções do organismo.
2. Elimine sal e refrigerantes: O sal é um perigo para os hipertensos e o refrigerante retém os líquidos do corpo. Substitua por sucos naturais, água de coco, chás ou água.
3. Coma devagar: Faça as refeições sem pressa. Mastigar bem os alimentos é essencial, além de ajudar a se sentir saciado mais rapidamente, melhora a digestão.
4. Inclua fibras à sua dieta: ao invés de comer o arroz branco, substitua pelo integral. Uma boa alternativa é incluir a quinua ou massa integral na dieta.
5. Faça pratos coloridos e variados: colocar legumes e verduras de diversas cores significa que o prato possui uma combinação de nutrientes e vitaminas. Quanto mais colorido, melhor para sua saúde.
6. Seja ativo: procure se movimentar ao longo do dia. Ao invés do elevador, prefira a escada. Atividades simples, como caminhar pelo bairro, fazem bem ao corpo.
7. Tenha um dia livre para comer o que gosta: se as dicas foram seguidas durante a semana, tenha um dia para comer algo que goste. Se alimentar de forma saudável é aprender a escolher os alimentos e não fazer privações.

Por fim, é importante começar com as tarefas mais fáceis. Assim, ficará mais simples incorporá-las ao dia a dia e torná-las um hábito para a vida toda. Aliar uma alimentação equilibrada com a prática de exercícios físicos regulares é a garantia de uma vida mais longa e com qualidade.